Receio

Poderíamos receber o medo como um manual de proteção, nos diligenciando dos seus excessos, seja ela qual for. Ao passar do limite, o medo nos frustra de possibilitar a luta por algo ou a desconfiança exacerbada de tudo e de todos, medo de errar – de frustrações – faz com que ocorram desistências de possíveis atos a serem praticados.

Existe a adaga que perfura a pele, ultrapassando o delineado da sensatez e inflamando assim a capacidade de ter coragem, força e determinação a algo.

Não existe o limite, quando se ultrapassa essa região. O medo é superficialmente doentio, doentio por conteúdos (corpos) despreparados, desprotegidos, que se encaminham a deixá-lo penetrar entre as carnes. O medo é “corpuloso”, envolvido em músculos que esmagam nossos desejos; o medo não é réplica, não é cópia de um sistema da dor. É, antes, uma vastidão de acúmulos insatisfatórios, que nasce dependente de humanos com brechas (fraquezas).

Há humanos lacrados, fechados, intrépidos de temê-lo. Contudo, há humanos rachados cujo medo de longe os observa, os come com os olhos e devora para longas digestões de perturbação. O medo é corrosivo e os mais frágeis se tornam seres enferrujados, assim tornando-se danificados por expor às corrosões receosas.

O medo é um drink que se bebe, correndo o risco de perder o controle, podendo se engasgar… O medo pericia essa agonia (engasgo) instantaneamente, porque para ele, sua agonia é sua fortaleza.

O que te faz negar a vontade de lutar por algo, o medo do fracasso, seja ele amoroso ou profissional, é devastador.

O medo social, o medo da morte, o medo de não capacitar-se a um futuro desejável, isso nos rodeia.

Não há encontro secreto, ele é descabido e atrevidamente ousado em perturbar. Entretanto cabe a nós desenfrear essa relação sem fundamento e sem progresso.

É primordial medir as consequências do quanto isso nos afeta.

Sabemos que a mente humana é frágil, mas o medo tem suas fraquezas. Se não existe caminho para ele (medo) caminhar, o percurso cessará a zero, fazendo de você o dono de si.

Imprimir

Compartilhe:

Foto de perfil de Myra Soarys

Myra Soarys

Intensa. Provocadora e sabe o quer. Adora Literatura de cordel e música boa. É pintora e desenhista. De personalidade forte. Um pouco impaciente. Expõe seus pensamentos. Os mais sadios e os mais doentios.

Pular para a barra de ferramentas