O Presente Preferido

Viver intensamente o presente parece ser o conselho do momento, mas o homem adora o pé da letra e está estragando seus pensamentos, sua capacidade de aprender mais, de ser melhor.

 Redes sociais são o melhor exemplo do abismo em que o homem se enfiou, e de onde não poderá sair mais. Vejo várias discussões, todas apegadas a personagens, e fatos de momentos. Fica claro como é deixado de lado a tentativa de entender como foi que chegamos a tal problema. Querem criticar, inimizar qualquer pessoa, mas não querer ver o caminho que foi tomado até ali. Não querem abrir seu campo  de visão, ouvir outro argumento. E o mais grave, não querer concertar o problema, não vejo ninguém se esforçando para trabalhar em busca de soluções.
 O homem ficou refém das críticas, parece que não vale à pena chegar à um consenso, já que se alimentam do ódio momentâneo e instantâneo por quem pensa diferente. E raramente encontraremos alguém que pense parecido, alguém que siga as mesmas linhas. Por esse fato, o mundo está se tornando uma arena de gladiadores que se dizem pensantes, mas não passam de meros guerreiros com espadas de madeiras.
 Devemos viver bem o presente, mas jamais esquecer de louvar o passado, que por bem ou por mal, é o melhor professor que temos. Ele era livre da era digital, era mais aberto à formação de opinião, mesmo que apenas para si mesmo, já que sabemos que expressar sua opinião poderia ser letal, literalmente.
 Mas era permitido ter seu próprio pensamento, sem se preocupar com respostas positivas como curtidas por exemplo. O que eu vejo hoje são pessoas em rebanho seguindo suas vidas como ovelhas, e que tem sua opinião baseada no que faz mais sucesso, e se o lado da moeda muda e o pensamento muda, todos mudam sua opinião também apenas para não se sentirem excluídos do rebanho.
 Devemos, também, lembrarmos do futuro, que desgraça nosso presente vai causar daqui uns anos? Melhor não viver para ver.
por Maicon Rafael Santos
Imprimir

Compartilhe:

Foto de perfil de admin

admin

Perfil para publicação de artigos esporádicos e com temas diversos.

Pular para a barra de ferramentas