Meu corpo de retrós merece uma vastidão de linhas

Meu corpo era um retrós no qual me faltava linhas; me encobrir de fios e mais fios era necessário. Meu corpo de retrós era mutilado pelo vazio de linhas (sonhos)…

Existe o corpo no qual se esvazia de suas linhas e deixa se perder no desocupado de suas importâncias, se tornando o desnecessário retrós moldura.

O ser humano é um complemento, nesse caso um retrós, a ser suplementado por suas linhas que seguirão caminhos costuráveis, bordáveis.

Não há corpo de retrós que viva nessa própria “solitude” (vazio) ou se enrosca em meio a barbantes consideráveis ou morre sendo unicamente um carretel sem uso.

Existir a abundÃncia de linhas em alguns corpos de retrós não é loucura, é saber se preencher sob a maciez de cada linha se cobrindo nesse enrolar fascinante que a vida proporciona.

Sabendo fazer o uso certo dos nossos próprios enfeites (linhas) é dar motivo a sua existência como complemento de algo maior. Não saber o que fazer com o nosso molde de retrós é como ter pinceis e não saber pintar. É ter voz e não desejar cantar.

Você sabe das suas qualidades, mas não sabendo encontrar um uso sobre si, morrerá sem linhas e sem cometer a bondade de bordar a vida de alguém ou de algo. É um conjunto no qual o ser humano necessita ter acréscimos. Não há retrós que viva sem suas linhas e não há linhas que viva nos emaranhados.

O conjunto dá sua perfeição o breve enrolar dos seus agregados, agrupará o útil ao agradável. Somos seres retrós procurando nossas breves “linhas” (sonhos, desejos).

Somente ser um retrós vazio é erro? Pode ser, ou não. Fazer uma pergunta, uma única pergunta a si. Deseja ser unicamente um retrós vazio? Ou deseja cobrir-se de barbantes para bordar o mundo de alguém?

Não sei se sei de todas as sensações do mundo, é pessoal, é único. Chegará um momento que você vai saber a sensação boa e única do seu molde retrós, sendo desenroladas suas linhas que bordarão a vida de alguém.

Imprimir

Compartilhe:

Foto de perfil de Myra Soarys

Myra Soarys

Intensa. Provocadora e sabe o quer. Adora Literatura de cordel e música boa. É pintora e desenhista. De personalidade forte. Um pouco impaciente. Expõe seus pensamentos. Os mais sadios e os mais doentios.

Pular para a barra de ferramentas