Ideologia Política

Marco Antônio Ferri[1]

Com vistas à atual crise política no Brasil, é muito comum presenciarmos recorrentes debates e conflitos  em que, claramente, a principal temática é a política. Frente a isso, dificilmente vemos indivíduos tendo argumentos consistentes e com embasamento científico para rebater tal situação, infelizmente o senso comum é o que predomina nesses ambientes. Na maior parte dos casos esses debates acabam em rasas ofensas, utilizando-se, comumente, das ideologias políticas como algo pejorativo. Basta alguns minutos de debate e logo escutamos: “comunista!”, “fascista!”, “porco capitalista” e por aí vai! Mas afinal, você sabe o que é uma IDEOLOGIA POLÍTICA?

Para introduzirmos uma fala em torno de ideologia política necessitamos conceituar, de  maneira clara e acessível, o que é uma ideologia. O significado é muito amplo, pois varia de acordo com autor ou teoria, mas podemos citar aqui duas formas em que a palavra ideologia é mais empregada:

Sentido positivo ou fraco

Esse, sem dúvidas, é o sentido em que a palavra é mais usada. Segundo Bobbio (1998, p. 594) “um conjunto de ideias e de valores respeitantes à ordem pública e tendo como função orientar os comportamentos políticos coletivos.” Portanto, podemos entender que uma ideologia é um conjunto de propostas ou de projetos políticos, que mostra a relação de sociedade e Estado.

O indivíduo determina sua ideologia a partir de sua capacidade cognitiva, logo, cada indivíduo terá uma própria ideologia, assim, surge um impasse: como colocar em prática tais ideias, se cada indivíduo pensa de maneira diferente? Nesse contexto são criados grupos sociais, movimentos e partidos políticos. Ao invés de representar seus verdadeiros ideais, nós “apostamos nossas fichas” em algumas entidades, que buscam juntar alguns desses valores e nos representar. Muitas vezes esses movimentos podem acabar sendo distorcidos por pessoas que dizem ser, mas não são… Isso acarreta problemas gravíssimos, dentre os quais acredito ser o extremismo o mais preocupante.

Sentido negativo ou forte

Um dos, senão o principal autor a citar ideologia no sentido negativo é Karl Marx (1818-1883). “Para o filósofo e pensador alemão, ideologia significa um conjunto de falsas representações que tem como objetivo primordial difundir os interesses das classes dominantes. De acordo com Marx, as ideologias são justamente as ideias que as classes proprietárias dos meios de produção difundem para legitimar e perpetuar a sua dominação” (SELL, 2008, p. 52). Em conta a isso, podemos observar todos os sistemas totalitários já conhecidos ao longo da história, ou, também podemos usar como exemplo a Coreia do Norte, onde todos os canais e meios de comunicação estão sob responsabilidade do Estado. Eles têm permissão para fazer o que bem entenderem com a informação, podem manipulá-la ou apenas criar notícias, como mágica. O ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un é endeusado e é mostrado como o salvador da pátria, mas na realidade, ele é quem comete abusos sobre a população.

Após esse caminho trilhado, podemos partir para o campo da Ideologia Política. Muitas pessoas dizem que “falar de política é chato e que não tem muito tempo para a acompanhar”, dizem que “política é só pra quem está lá em cima, coisa de deputado e senador”, “política e religião não se discute”. Como não iremos discutir política? Nossa ideologia política é o que nos conduz para determinados caminhos e mostra parte do nosso caráter. Segundo Sell (2006,p. 51), “O campo da política não pode ser descrito apenas como uma realidade voltada para a luta pelo poder. Na atividade política também estão envolvidos determinados valores e princípios que guiam esta atividade. Quando compartilhados por indivíduos, grupos ou organizações sociais e voltados para a ação prática na sociedade, estes ideais, valores e princípios são chamados de ‘ideologia política’.” A Ideologia Política é muito estudada e debatida por um segundo motivo. As ideologias se mostram presentes, implicitamente ou explicitamente, nas reflexões de vários filósofos, então, é responsabilidade do estudante identificar tais ideologias para que tenha uma compreensão completa da reflexão.

[1] Estudante do 3º ano do ensino médio pelo Instituto Federal Catarinense, Campi Concórdia; Texto desenvolvido durante projeto “Curso de formação política para jovens”, desenvolvido pelo Professor Doutor em Sociologia Política, Eduardo Moro.

Imprimir

Compartilhe:

Foto de perfil de admin

admin

Perfil para publicação de artigos esporádicos e com temas diversos.

Pular para a barra de ferramentas