Happiness

A senha da felicidade de alguma forma nunca foi revelada em um tópico qualquer, talvez por se dada a nós a escolha para caracterizar ao nosso modo o que é o real estado do sorriso na alma.

À felicidade não foi atribuída formato, cheiro, sabor, dimensão. Não tem endereço certo. Saindo da sua morada, circula em meio ao extremo luxo, aos precários abrigos de algumas vielas. É algo indescritivelmente avassalador para quem a sabe receber. Entretanto, a felicidade em meio às distorções humanas, em seus pensamentos, faz dissimular a falsa construção da mesma se usando do supérfluo, do materialismo como a conquista do real sentido dela.

Errado o homem que batizou a pecúnia como símbolo da felicidade plena, bolsos cheios (dinheiro), felicidade existencial, bolsos vazios, símbolo da incapacidade de se estar em alegria duradoura. Essa, infelizmente, é a nova moldura de pensamento humano dos dias de hoje.

O emocional sem razão transfere para o sistema humano a certeza de que felicidade é adquirida por ganhos visíveis (matéria, dinheiro), que a felicidade abstrata (não tocada) é vazia e inútil por ser raramente adquirida, amontoando assim o sabor pela felicidade por bens materiais.

Talvez o egoísmo humano esteja levando muitos a serem individualmente pessoas portadoras da felicidade solitária, ou seja, se tenho dinheiro sou feliz e não necessito de mais ninguém a não ser o meu dinheiro.

Dividir a vida e apreciar os detalhes minuciosos, encontrar nesses momentos o real sentido dela está sendo cada vez mais raro.

Encarde-se a falsa felicidade, desprezando a limpeza da felicidade plena e leve das coisas simples, o exagero materialista acaba se tornando mentiroso e falso por exercer da matéria ato sem sentimentos.

Procurar sentidos no invisível e abstrato e sem contorno para muitos é um planejamento sem futuro, porém, mal sabem eles que a felicidade é um estado de ser e não de ter.

Imprimir

Compartilhe:

Foto de perfil de Myra Soarys

Myra Soarys

Intensa. Provocadora e sabe o quer. Adora Literatura de cordel e música boa. É pintora e desenhista. De personalidade forte. Um pouco impaciente. Expõe seus pensamentos. Os mais sadios e os mais doentios.

Pular para a barra de ferramentas