A Gênese da Razão a Iluminar o Mundo

Inseridos em um contexto histórico cujos desfechos se estendem aos dias de hoje, os ideais inerentes ao Iluminismo, cuja difusão se perpetuou em fatos históricos, carregam atemporalidade singular no panorama mundial que, ao longo dos séculos, têm se apropriado de princípios do período como fortaleza a sustentar o progresso de nações.

Norteadores do equilíbrio social a partir da liberdade individual, o conceito dos natural rights e sua consequente relação com a independência das Treze Colônias Inglesas na América exemplifica o intento iluminista de projetar na razão as bases de uma sociedade livre, a amamentar indivíduos destinados à prosperidade pessoal – neste sentido, torna-se possível a emergência de um contrato social sólido entre uma população e seus governantes – trata-se da teorização da importância da constância de interesses na esfera pública, o que se torna evidente na Constituição dos EUA.

A expansão da corrente em questão é, portanto, causa primeira da sistematização verificada no âmbito Ocidental, onde a inspiração no florescimento do pensamento que viria a se tornar dominante na estruturação política da América do Norte ocasionou impactos na estruturação dos demais Estados – trata-se do protagonismo do direito à vida, à liberdade e à propriedade defendido por Locke e visualizado em concepções sociais ainda vigentes, comprovando a irrefutável atemporalidade de ideais que, instituídos em eterno complemento, seguem a reger a noção individual de autonomia individual e coletiva.

“Ainda que a terra e todas as criaturas inferiores pertençam em comum a todos os homens, cada um guarda a propriedade de sua própria pessoa; sobre esta ninguém tem qualquer direito, exceto ela”. (John Locke)

Imprimir

Compartilhe:

Foto de perfil de Renan Schwingel

Renan Schwingel

Nascido em 2001, atualmente cursa o Ensino Médio no SENAI Concórdia. Tem expressado seu interesse pelo aprimoramento da causa educacional ao atuar como Jovem Embaixador pela FIESC desde 2015, sempre acreditando no poder da liderança e da reflexão.

Pular para a barra de ferramentas